Reflexões sobre a Leitura

Leitura

Faça da leitura um prazer!

A leitura  pode ser descrita em primeiro plano como o testemunho oral da palavra escrita. Ela envolve olhar, atenção, memória, sons e principalmente significado.

Nas séries iniciais de alfabetização, nota-se claramente cada etapa que compõe o processo de leitura: num primeiro momento a criança olha para a palavra, reconhece letras soltas, sem dar significado algum e só consegue identificar o que está escrito caso exista alguma ilustração bem clara sobre a palavra em questão. Posteriormente, com a fixação das letras, sílabas e sons, a criança olha para as letras e é capaz de formar a palavra em sua cabeça, muitas vezes falando sílaba por sílaba, mas ainda sem atribuir sentido algum. É como ler palavras escritas em um idioma desconhecido, em que faz-se uma leitura baseada naquilo que já se conhece e o resultado é uma pronúncia incorreta, sem interpretação e reflexão. Quando a criança já está alfabética, além de ler a palavra como um todo, nota-se a atribuição de significado: a palavra  faz sentido, a criança consegue interpretar e  tirar suas próprias conclusões sobre o que leu.

Essa é uma fase de grande aproveitamento, pois a leitura é prazerosa. É como um caminho para redescobrir o mundo.  A criança quer ler tudo o que vê (placas, anúncios, revistas,livros, jornais e embalagens) e quer compartilhar com as pessoas mais próximas. Este é o momento ideal para instigá-la a ter hábitos de leitura e de ter prazer em ler e produzir seus próprios textos. A criança que não é instigada pensar na leitura como algo prazerozo desde o início, tende a ter dificuldades em ler e interpretar textos, enunciados de exercícios, propostas de trabalho e pode até comprometer o êxito escolar e profissional por simplesmente não entender o lhe é pedido.

Há algumas atitudes que podem auxiliar no desenvolvimento do prazer pela leitura e a escrita:

* Em sala de aula,  a leitura feita pelo professor diariamente é importantíssima, pois os alunos observam e admiram a leitura e  a postura de um leitor com prática.  Isso serve como incentivo para que eles imitem essa postura, treinando em casa, nas brincadeiras e em outras situações.

* Ainda em sala de aula, o professor deve deixar o aluno a vontade, instigá-lo a ler em voz alta, sempre elogiando, ouvindo, respeitando e incentivando a leitura de todos os alunos.

* Deixe que eles escolham os livros que gostariam de ler. Monte um cantinho da leitura em sua sala, bem bonito, colorido, mostrando todo o acervo da turma. Estimule a sala a trazer livros de casa e a conservar esse espaço. Faça com que eles sintam-se parte deste projeto.

*Clube do Livro: Separe um dia para que eles escolham um livro que possam levar para casa. Realize a troca a cada semana, lembrando-os do compromisso de trazer o livro no dia estabelecido para a troca, em bom estado. Isso vai trabalhar muitos outros valores, além de instigar o prazer pela leitura.

* Em casa, peça para seu filho fazer listas diversas: compras, tarefas, nomes, objetos, etc. Deixe-o escrever e ler sempre que tiver vontade. Invista em seu filho, adquirindo bons livros, filmes, levando-o a livrarias, bibliotecas, museus. Peça para que ele leia histórias. Guarde as cartas e desenhos que ele fez para te presentear. Valorize tudo o que ele fizer. Isso é importantíssimo para que ele desenvolva segurança e autonomia para ler e produzir bons textos.

Essas são algumas de inúmeras atitudes que podem fazer toda a diferença na formação de um indivíduo como um todo.

Até a próxima postagem!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s